sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

INFELIZMENTE, NOVO INTERVALO PARA PENOSO LUTO: DAYSE


Achei que estava de bom tamanho o luto pelo antigo computador, que tem impedido o texto - "SOCORRO! NOSSAS CRIANÇAS ESTÃO SENDO ASSALTADAS...POR SEUSPRÓPRIOS RESPONSÁVEIS! CHAME O BOM-SENSO!..." de ser publicado aqui, com o ritmo que eu gostaria. (Faço este pequeno texto num laptop emprestado, o que é muito difícil para'o conjunto da obra').

Minha outra irmã mais velha, Dayse (a mais 'antiga' de todos os irmãos) me 'pregou uma peça', e me deixou aqui imersa num novo e penosíssimo luto.

Pela foto acima imagino que seja fácil medir a força que a danada tinha, só pelo olhar dela...

Meu referencial de 'mulher avançada para seu tempo' veio dela; referencial que 'salvou minha alma' da caretice ambiente.

Uma de minhas lembranças da infância é de estarmos (eu, minhas sobrinhas filhas dela, minha outra irmã Mitzi, e algumas das filhas da Mitzi) na 'Sloper' experimentando novos maiõs; ela fazia questão de estar bonita; eu achava isso uma maravilha, um bom 'recado' para a vida inteira...

Tocava violão, e me 'apresentou' João Gilberto - vejam só que presentão cultural! Ouvíamos muito Elza Soares e Silvio Cesar, também (achávamos o Silvio 'um pão').

Uma ótima lembrança da adolescência, é a de Dayse encurtando minhas saias na máquina de costura; para minha alegria, e horror de minha pudica mãe...

Ela jogava tênis bem prá chuchu; era a 'Maria Esther Bueno' da família...

Foi ela, também, que me imprimiu (fundo) no cérebro que mulheres podem ser excelentes motoristas...

Entre outras, muitas outras lembranças, de ousadias e atitudes, que não caberiam aqui; um dia falo disso, num lugar mais apropriado.

OBRIGADA POR TUDO, SUPER-DAYSE!

10 comentários:

Udi disse...

Beijo solidário, amiga!
(se precisar de um ombro amigo, pode contar com este)

Natasha. disse...

realmente, é um olhar que nos intimida e ao mesmo tempo convida a enxergar além. um olhar muito vivo, da mesma maneira que suas lembranças.

beijos, natasha.

Dona Sra. Urtigão disse...

Boas lembranças sustentam tambem a vida.
Abraço.

Kovacs disse...

Christina, sinto muito pela perda.

Lígia Guedes disse...

Linda!
Brilhará sempre!

Lígia Guedes disse...

Linda!
Brilhará sempre!

Anne M. Moor disse...

Christina

Sinto muito! E sei exatamente como deves estar te sentindo.

Grande abraço
Anne

Ricardo Duarte disse...

Christina,
Sinto muito, querida!
Forte abraço para você e sua família.
Beijos

Pedro Belo disse...

Bem...o que dizer depois de ler essa profunda declaração de carinho e respeito...Pelo pouco que conheço você e acreditando que em você mora um pedaço de Dayse, não tenho dúvidas de que ela tenha sido uma grande, mas verdadeiramente grande, MULHER. Tenha certeza que no jardim que ela agora repousa ela está satisfeita em ter colaborado na formação de uma grande mulher como você. Um grande abraço minha querida.E obrigado Dayse por ter nos deixado Cristina. Evoé!

Pedro Belo disse...

Bem...o que dizer depois de ler essa profunda declaração de carinho e respeito...Pelo pouco que conheço você e acreditando que em você mora um pedaço de Dayse, não tenho dúvidas de que ela tenha sido uma grande, mas verdadeiramente grande, MULHER. Tenha certeza que no jardim que ela agora repousa ela está satisfeita em ter colaborado na formação de uma grande mulher como você. Um grande abraço minha querida.E obrigado Dayse por ter nos deixado Cristina. Evoé!