sexta-feira, 12 de março de 2010

ENQUANTO A CASA NEM CHÃO TEM MAIS (!), UMA BOBAGEM CURTINHA AINDA DÁ PARA POSTAR PELO (utilíssimo!) 'LAPTOSCO'...


Homens costumam gostar de alegar/ostentar poder, virilidade, vigor, dizendo que 'botam-o-pau-na-mesa'...

Desde que o mundo é mundo, Mulheres 'botam-bebês-na-mesa-de-parto' (por exemplo) sem reinvindicar grandes 'poderes' por isso.

Qual seria a melhor ou mais profunda definição de 'potência'? Potência com P maiúsculo, prima de 'Criação'?

Com 'P maiúsculo' é uma categoria, e categoria COMPARTILHÁVEL.

Sem maiúsculo diz respeito apenas a uma suposição de autoritário 'privilégio de poder'; ou não?

Onde estão os plausíveis 'PARTOS MASCULINOS'?

Estariam nas suas (singulares e 'masculinas') expressões de ARTE e de ÉTICA?

Afinal são para todos, compartilháveis, e costumam dar - inclusive - solidez/consistência à qualidade da PATERNIDADE, que - segundo alguns (Margaret Mead por exemplo) - seria a matriz da civilidade.

Lembro: mulheres também produzem Arte, e são Éticas, mas...

...Enquanto 'fálico' é um termo que qualifica o universo masculino (e desqualifica o feminino), ainda não criamos e não usamos termo algum que designe os 'poderes e as forças' do universo feminino (já que poderíamos - tranquilamente - ter e usar 'vaginálico', por exemplo, para isso).

Well, esses poderes e forças continuam existindo, mesmo que ainda não 'batizados' (nem a supostamente libertária psicanálise o ousou!)...

Já 'fálico' anda precisando de uma 'recauchutagem' na sua definição, não?


Ilustração: Esboços de Leonardo Da Vinci

Obs.: Não sei porque os parágrafos estão separados por 'setinhas'... Não foi 'de propósito', ok?...

7 comentários:

Udi disse...

Vaginálico! ...huáhuáhuá!
Esse teu "laptosco" parece te estar sendo profundamente (no sentido mais vaginal possível) inspirador.
;)

Na pré escola frequentada pelos meus filhos, havia a máxima dita pelas meninas (ressalte-se: em idade pré escolar): "os meninos têm pintinho e as meninas têm filhinhos". Creio que podemos esperar um pouquinho mais dessas meninas que cresceram sem a idéia de que "os meninos têm e as meninas não"

Teca Barcellos disse...

Gostei das setinhas. Ficou meio esquemático, mas divertido.
Mas tudo fica ainda mais estranho quando a gente acaba se relacionando com um homem que tem um "pintinho" que teima em não funcionar direito. Aí eu acho que fica claro como a questão da parceria é mal resolvida.
Acho que não vai acrescentar nada, mas me deu vontade.

Edson Guimarães Silva disse...

Alguns toscos homens exibem seus falos para onstentarem suas pseudo-masculinidade e algumas ignóbias mulheres onstentam seu vaginático para realizarem suas conquistas. Em um contraponto evolutivo existem milhares de homens que não querem ser machos, apenas homens sensíveis e existem mulheres que não querem ser femeas/objetos, apenas mulheres. Afinal de contas a civilização não evolui igualmente.

Anne M. Moor disse...

rsrsrsrsrs Christina,
Aliás, não sei se devo rir ou chorar... Isto me lembro do neto da minha irmã, com 2 anos, bravo com a irmã de 1 ano, olhou pra ela e disse: "VocÊ não tem pinto! Você tem perereca, mas não tô vendo..."!!!!!!!!!!!!!!

Beijos
Anne

Poliana Macedo disse...

Eles podem até exibir o 'troféu' como símbolo de poder. Mas quem decide alguma 'coisa', somos nóa, mulheres!
Viva o Poder Vaginálico!
rsrsrs
Beijo, Chris!
:D

Udi disse...

...ocorreu-me que as setinhas são um tanto quanto fálicas, nénão?
senão, porque seria que temos aquele símbolo com setinha para denotar o sexo masculino?
...vixi! viajei!
:)))

Udi disse...

(eu, de novo!)
comentando o teu (magnífico) comentário lá no Prozac:

Enquanto isso, percebo a mulherada (adoro essa palavra!) muito solidária e com palavras e idéias que ajudam a pensar sobre esta e outras violências. Se não, veja a proporção de homens e mulheres que comentaram aqui.
Sabe aquela máxima de que os homens são mais cúmplices uns dos outros e que as mulheres (entre si) são muito competitivas? ...mas será que elas se matam na mesma propoporção que os homens?
Obrigada por iluminar com suas idéias.
beijo